Lugar de Mulher é onde ela quiser

"De mulher para o mundo, afinal, nós fazemos ele rodar! Não nos damos conta, por séculos e séculos, de que por nós é gerada a vida, de nós é tirado o alimento, e para nós que a natureza trabalha.

Criamos filhos, deixamo-os fortes, educamos-os para o mundo e a sociedade, e com a história nos tornamos reféns. 

Houve um tempo que mulher era somente geradora de vida, servia para o prazer, para o trabalho da casa e ainda responsável por aumentar a mão de obra barata da família, ou seja, aumentando o número de filhos, assim ganhavam-se terras, construíram-se casas e estradas, e com essas mesmas mãos dos filhos algumas apanhavam e construíam ao longo da vida histórias tristes em contos de livros, regados de amor que só existiam nos sonhos e também de sonhos que nunca iam ser realizados.

lugar-de-mulher-e-onde-ela-quiser-2

Cozinha sempre foi lugar de mulher. Mulher cozinheira, homem chef. Grandes clássicos da gastronomia levam nomes masculinos, Reis e rainhas sempre tiveram chefs homens para seus banquetes, mesmo que fossem pelas mãos de mulheres que tudo era entregue em perfeito estado para o gozar da realeza.

Hoje, mulher luta ainda para reverter essa situação em que homem está acima e à frente, mas a luta ainda está longe, afinal nós geramos e educamos esses homens, e se não em casa, na rua, será o reflexo da educação masculina e machista de nossas crias. Podemos ser o que quisermos e estar onde desejarmos, basta que isso esteja quente em nossa cabeça como o sangue que corre dentro de nós todos os dias, nos colocando em posição que merecemos.

lugar-de-mulher-e-onde-ela-quiser-4

Colaborado pela opressão dessas mãos sofridas ao longo dos séculos em cozinhas, alimentando sem serem vistas, houve o abandono por parte da mulher a profissão e ato mais lindo que podemos ser e fazer, e o lugar mais quente e acolhedor da casa: a cozinha. 
Novamente o homem tomou o lugar da mulher que saiu para a rua lutar, e a profissão, antes vista com desdém, hoje é motivo de orgulho e uma das profissões que mais cresce no mundo: a gastronomia. 
Os chefs reapareceram, e a mulher que outrora abandonou a cozinha pelo computador e escritório, hoje reavivou seu posto de única geradora de vida, de mãe, de cozinheira.

A paixão pela cozinha está a flor de muita pele por aí, antes o abandono da cozinha era um ato de revolução e de protesto contra a visão machista de que tínhamos que esquentar a barriga no fogão e esfriar na pia, hoje, a revolução está justamente em mostrar que podemos estar onde e quando quisermos, com beleza e agressividade, entendendo que somos nós, como no início de tudo, as únicas geradoras de vida, e é através do novo prazer que levamos isso adiante, sem medo de proporcionar felicidade e prazer aqueles que se alimentam da nossa criação. 
Estar na cozinha é um ato revolucionário. Estar na cozinha, ou na mecânica, ou dirigindo transporte público, ou o que quisermos, pois nós podemos tudo. Nós podemos realizar nossos desejos hoje sem pudor e medo.

Independente de onde a mulher está ou deseja estar, a maior revelação de poder é o ato de realizar tudo por prazer e amor sem nos levarmos apenas por status de profissão ou em âmbito social.


Você quer? Você pode. 
Você não quer? Você pode não querer. 
Você mulher é a que pode tudo e, sim, libertar-se para realizar seus desejos a hora que bem entender, ser cozinheira ou chef de cozinha ou somente largar tudo para ser dona de casa, não interessa o quê, apenas seja aquela que goza das boas escolhas levando em consideração apenas o seu bem estar e daqueles que estão contigo nessa jornada. 

Eu larguei tudo, sou completa, viajo em todas as áreas que sempre quis trabalhar e estar em varias cozinhas desse país mostrando meu amor e talento é a coisa mais gratificante e revolucionária que posso fazer por mim e para mim. “

Nossa campanha foi inspirada em mulheres fortes e como homenageada recebemos esse texto lindo e cheio de inspirações de Taise Spolti - Mulher, Mãe, Esposa, ex Participante do Master Chef Brasil, Consultora Fitness & Chef Funcional, Mkt Influencer, Colunista - que ama estar na cozinha como escolha.

lugar-de-mulher-e-onde-ela-quiser-3

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

 • 1 ano atrás

"Nós podemos realizar nossos desejos hoje sem pudor e medo." amei!

MAIS INFORMAÇÕES

Esta imagem é referente a matéria Coleção Rússia do nosso blog

Coleção Rússia

 Em cada jornada de aventura por um novo destino, enxergamos toda a amplitude cultural, estética e sentimental deste ambiente. Mas além de conhecer mais sobre um novo lugar, mergulhamos em uma intensa viagem de autoconhecimento, descobrindo mais de nós mesmos. Só assim podemos perceber o quanto somos singulares (como cada lugarzinho é especial por onde passamos) e que cada um possui a suas histórias e belezas únicas.  Como bons desbravadores, em busca de conhecimento, não nos contentamos com as aventuras vividas até aqui, a curiosidade falou mais alto e nos fez desembarcar em um lugar novo! Um país grande o suficiente para ser um Continente e que, ao mesmo tempo, pertence à Europa e à Ásia. Isso mesmo! A Rússia está situada a leste na Ásia e a Oeste, na Europa. Emprestando um pouco de sua característica única aos dois Continentes, sem perder a essência multiétnica. Mas não pense que o país é apenas uma mistura entre o oriental e o ocidental, os Russos tem um jeitinho exclusivo de ser, vestir, e viver, contando com um idioma exótico e uma ampla bagagem cultural.   Diante de tantas possibilidades, alguns elementos deste país tão singular nos encantaram logo na chegada, como as Bábushkas, as avós Russas, com seu tradicional lenço usado na cabeça e amarrado logo abaixo no queixo e as suas receitinhas deliciosas!  Falando em culinária, não poderíamos deixar de citar, a fruta mais famosa do país: O morango! E para mergulhar no clima deste ambiente cheio de sentimento, que tal uma receita para lá de tradicional? A época de colheita das frutas começa a surgir e o Sorbet de morango das vovós russas se torna a melhor companhia dos dias de calor. Confira a receita completa através do link (https://br.rbth.com/receitas/80759-sorbet-morango-receita-babuchkas-sovieticas). O mais emocionante de uma viagem é a experiência! Viver algo inédito, experimentar um sabor novo, sentir o cheiro dos cafés e vestir a história através das roupas típicas, nos dá a sensação de pertencermos (pelo menos por um tempo) aquele lugar! Passeando pela arte, gastronomia e ballet, nos deparamos com um ambiente mágico, rico em conhecimento!   Encantados pelas Matrioskas, o brinquedo tradicional e artesanal – que reúne uma série de bonecas de tamanhos variados, uma dentro das outras, absorvemos todo o sentimento de prosperidade, fertilidade, amor e amizade deste lugar tão encantador. Para os Russos, presentear com Matrioskas é sinal de muito afeto e desejo de vida longa e feliz. E presentear com uma Lolita inspirada nessas bonecas tão delicadas, é sinal de muita felicidade!  Além disso, o colorido cheio de texturas do Kremlin e da catedral Basílio em Moscou, que vão além de belezas arquitetônicas, transformando-se em verdadeiras obras de arte, são inspiração para a nossa coleção e dão vida a sapatilhas com o efeito Patchwork. Uma verdadeira composição de amor!  Elementos como o morango, as flores e os metais, representam a ampla diversidade do folclore Russo, imprimindo conhecimento e muito propósito às Lolitas inspiradas neste país encantador. E para representar a força das mulheres Russas, trouxemos as correntes, que mostram a opulência do ouro e prata na história e seus elos, que representam a ligação Leste e Oeste em um país Continental.  Abra o coração para receber uma dose de encantamento, através das muitas facetas da cultura Russa e embarque conosco nessa viagem de conhecimento!          Acesse a aba “Rússia” aqui no site e se apaixone pelas possibilidades desta coleção.
Esta imagem é referente a matéria Estampa Cashmere: A padronagem que propõe composições ousadas nesta temporada! do nosso blog
 Trouxemos para a cápsula “Ásia Soul”, Lolitas com a padronagem Paisley ou Cashmere, que se associa até os dias atuais, com o movimento boho dos anos 70. Porém, essa estampa em forma de gotas, passou por muitos países (ganhando novos nomes) até chegar ao estilo que conhecemos hoje. Vamos relembrar?  Batizada de “Botteh”, que significa “Arbusto” ou “Pequena Árvore”, essa padronagem surgiu no Irã e tinha como finalidade, estampar os tecidos típicos regionais de seda bordados à mão. Diretamente do Irã para a Índia, a estampa passou a adornar as echarpes de lã de Caxemira, oriunda do pelo das cabras do Himalaia, ganhando assim seu segundo nome oficial, a Cashmere.  Mas as transições não param por aí! Diretamente da Ásia, as estampas foram importadas para o Continente Europeu, conquistando seu espaço. Mas, como os custos de transporte eram muito elevados, a solução encontrada foi que a padronagem seria reproduzida pela Europa mesmo, nascendo assim, a terceira variação do seu nome: Paisley.  Levando consigo o nome da cidade Escocesa que ficou responsável pela produção e irradiação do produto por todo o Continente no século 17, a estampa popularizou-se mundialmente quando protagonizou as roupas e acessórios de diversos ídolos do Rock, nos anos 1960.  Anos mais tarde, ganhou um toque de rebeldia com o nascimento das bandanas e dividiu o palco com artistas como Beatles, Jimi Hendrix e Janis Joplin.  Desde então essa estampa tornou-se popular (e atemporal) no mundo fashion, passeando por diversos estilos e tendências. Aparecendo como protagonista ou apenas como detalhe, ela invade as passarelas e, a cada nova temporada, ganha uma versão diferente e inusitada, garantindo assim, infinitas combinações e possibilidades. Por aqui, apostamos em quatro variações de cores para estampar as Lolitas inspiradas no Continente Asiático.   Acesse a aba “Ásia Soul” e se apaixone por todo o amor desta coleção cheia de conhecimento!
Esta imagem é referente a matéria Coleção Ásia do nosso blog

Coleção Ásia

             O que move a vida? Para nós, a resposta chega rápida e concreta: Curiosidade!  De onde viemos, para onde vamos e qual é o nosso destino? São alguns dos muitos questionamentos que vem a mente na hora de pensarmos sobre o sentido da vida. Mas diante de tantas perguntas, encontramos uma resposta clara e objetiva: O nosso destino é mutável e incerto e pode ser moldado pelas nossas preferências.  Pensando nisso, fizemos as malas e embarcamos em mais uma viagem de conhecimento através da nossa zona de conforto, buscando encontrar inéditas experiências em uma cultura rica e milenar. De coração aberto, vamos desbravar a Ásia! Levamos conosco uma passageira de traços ancestrais orientais, que enxergava no espelho uma dúvida histórica: “Qual a minha origem?”. Não bastava saber, era preciso sentir!  Embarcamos nesta jornada de conhecimento com os 6 sentidos aguçados. E hora de ver, saborear, ouvir os sons, sentir as texturas, inalar os aromas e ir até onde o coração nos mandar! O sentimento de gratidão nos guia por entre o Japão, a Índia, o Tibet e a China, passeando por culturas, histórias e muita inspiração. Respire fundo, feche os olhos e entre no espírito oriental para conhecer essa essência entusiasmante.  Deixamos para trás todas as limitações e nos despimos de qualquer preconceito para que pudéssemos vestir roupas típicas, mudar o cabelo, maquiar o rosto (e a alma) e calçar uma nova descoberta. Limpamos o coração de qualquer informação e mergulhamos em um Mundo inteiro de novas possibilidades, e a cada passo vamos pertencendo as novas realidades globalizadas e tão distintas de cada ser. Cada nova aventura nos torna mais únicos e um ambiente tão plural nos faz sentir singular, com uma composição genética só nossa! Devagar, sem pressa, coordenando a respiração, respire fundo e inspire-se com a coleção que preparamos pra você!  Trouxemos para esta cápsula os shapes afinados, onde bicos e palmilhas alongadas e finas dão todo o charme para as sandálias e rasteiras. Destaque nos detalhes, as pedrarias e trabalhos artesanais transbordam identidade e trazem autenticidade para as Lolitas inspiradas no Continente Asiático. Os brilhos, a estampa tie dye e os monogramas também estão presentes. Como protagonistas desta coleção – e dos visuais da próxima temporada – apostamos no Mule. Em várias formas, cores e texturas, imprimimos a sabedoria ancestral, em linhas elegantes de rendas e transparências. Além do glamour do brilho, através do enfeite de strass no bico redondo.    Como matéria prima, apostamos no Cashmere, um tecido fino, leve e suave, que aparece nas Lolitas, como base para a estampa Paisley – Aquela estampa em gotas, que ficou reconhecida através da bandana, nos anos 80 e 90, mas teve origem no Irã e significa “arbusto” ou “pequena árvore”. O cetim floral com fundo escuro, também empresta a identidade oriental para as Lolitas da cápsula, assim como os metalizados e a estampa geométrica.   O salto desconstruído, com efeito arquitetônico e detalhe metalizado, acrescenta um diferencial inédito a um elemento que costuma passar despercebido nos sapatinhos. Assim como as tiras estreitas e amarrações, que trazem muitas possibilidades a uma só Lolita, proporcionando várias formas de uso. Vem se inspirar pela riqueza de conhecimento, sentimento e liberdade desta coleção. Embarque conosco para uma aventura inesquecível pelo Continente Asiático! Acesse a aba “Ásia” aqui no site e confira todas as nossas apostas para a próxima temporada!   Depositamos aqui, um agradecimento especial ao Espaço Tibet, o Restaurante Temático Tibetano, localizado em Três Coroas/RS, que emprestou sua beleza para o cenário deste editorial inspirado na Ásia, assim como a modelo Ana Paula Larger e por fim a equipe Ivone Cabeleireiros, que cuidou da maquiagem e cabelo.